Hallow

Hallow

Data da avaliação: 9 de Maio de 2022

|
A Mozilla investigou por 8 horas
|

Opinião da Mozilla

|
Votos das pessoas: Não é assustador

Hallow é um aplicativo católico de oração e meditação lançado no final de 2018. Uma assinatura de US$60 por ano (ou US$8,99 por mês) dá aos usuários acesso a mais de 500 orações, mais de 3.500 meditações, histórias bíblicas para dormir, música, sermões e muito mais. No final de 2021, o Hallow anunciou um financiamento de investidores de mais de US$50 milhões de dólares de alguns grandes nomes do capital de risco do Vale do Silício, incluindo Peter Thiel, que recentemente deixou a administração do Facebook/Meta para se envolver mais na política, apoiando candidatos que se alinham com a pauta de Donald Trump. Em suma, as práticas de privacidade do Hallow parecem ser as melhores dos cinco aplicativos de orações que avaliamos, embora usem os dados dos usuários para fins de marketing. O Hallow parece gostar particularmente de propaganda no Facebook.

Com o fenômeno crescente dos aplicativos de oração, quando perguntaram ao fundador do Hallow, Alex Jones, qual a sua maior concorrência nesse espaço, ele respondeu: "com toda a sinceridade, se as pessoas acabam indo para o céu, nós realmente não nos importamos como elas chegam lá". Aqui está a esperança de que um aplicativo pode ajudar você a chegar ao céu.

O que pode acontecer se algo der errado?

Crédito onde o crédito é devido – dos 32 criadores de aplicativos para os quais enviamos perguntas de privacidade por email quando começamos nossa pesquisa sobre saúde mental e aplicativos de oração, o Hallow foi o único que respondeu o email, e rapidamente respondeu a todas as nossas perguntas. Bom trabalho, Hallow, agradecemos!

Então, como se parecem as práticas de privacidade do Hallow? Ele diz que coleta informações pessoais, incluindo nome, email, número de telefone, idade, gênero (inferido com base no seu nome), endereço IP e dados de geolocalização, além de coisas como dados de uso do aplicativo, atas de oração e o texto das entradas do diário pessoal. Ele diz que alguns desses dados pessoais (não dados pessoais confidenciais privados, como seus lançamentos no diário) podem ser usados para propaganda comportamental e direcionada com base no interesse, o que não gostamos. E diz que pode compartilhar dados com vários terceiros, incluindo parceiros de propaganda e marketing que, novamente, não gostamos.

Quando publicamos pela primeira vez nossa avaliação do Hallow, descobrimos que ele permitia o uso de uma senha relativamente fraca. Conseguimos fazer login com a senha "111111". Desde que publicamos nosso comentário, o Hallow atualizou seus requisitos de senha para exigir que os usuários façam login com uma senha forte. Isso removeu a nossa etiqueta de aviso de *Privacidade não incluída. Agradecemos o Hallow por realizar essa medida para proteger melhor o aplicativo. O Hallow também diz que vai adicionar código de verificação por mensagem de texto em breve, o que é ótimo, pois gostamos de autenticação de dois fatores aqui na *Privacidade não incluída.

O que é o pior que poderia acontecer? Bem, você pode baixar e usar o Hallow e, antes que perceba, você e todos os seus amigos e parentes agora veem anúncios direcionados do Hallow em todas as telas que acessam. Logo se instala a culpa de que você não está usando seu aplicativo de oração Hallow o suficiente porque a vida ficou ocupada. Agora você sente que precisa pedir perdão ao seu padre. Três Ave-Marias mais tarde e está tudo bem. Esperamos que isso não aconteça... ou que seja a pior coisa que possa acontecer.

Dicas para se proteger

Não forneça consentimento para o compartilhamento de dados pessoais com terceiros, sempre que possível.

Certifique-se de ter uma senha forte! O aplicativo não solicitará que você faça isso.

mobile Privacidade aviso Segurança Inteligência artificial

Pode me bisbilhotar? informações

Câmera

Dispositivo: Não aplicável

Aplicativo: Não

Microfone

Dispositivo: Não aplicável

Aplicativo: Não

Rastreia localização

Dispositivo: Não aplicável

Aplicativo: Não

O que pode ser usado para se inscrever?

Apple ou Google

Que dados a empresa coleta?

Como a empresa usa esses dados?

O Hallow diz que não vende dados pessoais.

O Hallow usa informações pessoais para mostrar anúncios, incluindo propaganda comportamental ou baseada em interesses. O Hallow compartilha seus dados com terceiros, como parceiros de marketing e propaganda.

O Hallow criptografou dados pessoais confidenciais privados, como entradas de diário ou reflexões, para que apenas você tenha acesso a esse conteúdo.

O Hallow não vende, aluga nem fornece os dados pessoais dos usuários a nenhuma corretora de dados. O Hallow não compartilha nenhum dado pessoal confidencial privado com nenhum parceiro de propaganda.

Como você pode controlar seus dados?

Você pode excluir sua conta completa e todos os dados associados a ela a qualquer momento. Você pode fazer isso acessando a seção "Excluir minha conta" no aplicativo ou no site. A qualquer momento, você pode optar por não receber cookies e outros rastreamentos ou exercer seus outros direitos sob a Lei de Privacidade do Consumidor da Califórnia e o Regulamento Geral de Proteção de Dados.

O Hallow exclui dados do usuário mediante solicitação ou inatividade por 7 anos.

Qual é o histórico conhecido da empresa na proteção de dados dos usuários?

Médio

Nenhum incidente conhecido de privacidade ou segurança foi descoberto nos últimos 3 anos.

Informações de privacidade infantil

Em nenhuma circunstância o Hallow vende quaisquer dados pessoais de usuários que são crianças abaixo da idade de consentimento.

Este produto pode ser usado offline?

Sim

Os usuários podem baixar arquivos de áudio para ouvir offline.

Informações de privacidade fáceis de entender?

Não

Links para informações de privacidade

Este produto atende aos nossos padrões mínimos de segurança? informações

Sim

Criptografia

Sim

Todos os dados são criptografados tanto em trânsito quanto em repouso, usando o padrão da indústria (por exemplo, AES-256). Além disso, quaisquer dados pessoais confidenciais privados, como entradas de diário, são criptografados de tal forma que nem mesmo ninguém no Hallow pode acessar, apenas o usuário.

Senha forte

Não

Desde que publicamos nossa análise do Hallow pela primeira vez, quando descobrimos que poderíamos usar a senha fraca "11111111", o Hallow atualizou seus requisitos de senha e agora deve exigir uma senha forte para fazer login no aplicativo.

Atualizações de segurança

Sim

Gerencia vulnerabilidades

Sim

Política de privacidade

Sim

O produto usa inteligência artificial? informações

Não


Novidades

Hallow, a religious app for Catholics, talks the talk as religious platforms draw investor attention
TechCrunch
More recently, we talked with Alex Jones, the founder of another of the year’s buzziest faith-based apps. Called Hallow, the three-year-old, 40-person outfit raised $40 million in Series B funding back in November from Peter Thiel, Drive Capital and others and has raised $50 million altogether this year to “help folks to build a routine of prayer and to journey together through the content,” says Jones.
Hallow Earns iKeepSafe COPPA Safe Harbor
iKeepSafe
Hallow has been awarded the iKeepSafe COPPA badge in recognition of their alignment with iKeepSafe’s guidelines surrounding the Children’s Online Privacy Protection Act (COPPA). As part of this achievement, Hallow will display the iKeepSafe COPPA Assessment badge and COPPA Safe Harbor seal to identify that the product has been proactively and independently assessed by an experienced privacy protection organization.
Nothing Sacred: These Apps Reserve The Right To Sell Your Prayers
BuzzFeed News
Prominent venture capitalists are flocking to invest in Christian worship apps. The apps say users’ prayers are a business asset.
A Catholic app raised $52 million. But praying with your smartphone has its limits.
America: The Jesuit Review
Prayer apps are not new. Silicon Valley startups popularized mindfulness and meditation apps as early as 2010, although many have criticized those apps for being spiritually shallow. Hallow’s young founders – devout lay Catholic millennials – are among those who felt that mindfulness apps did not meet their religious needs and set out to create their own. Hallow’s accessible language introduces different methods of prayer, along with inspiring talks, guides to spiritual practices and notifications to encourage users to set goals and stay on track.

Comentários

Tem um comentário a fazer? Nos diga.